Esgoto no Lagomar e vistorias no Detran voltam à pauta da Câmara

Esgoto no Lagomar e vistorias no Detran voltam à pauta da Câmara

A Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do Engenho da Praia e a dificuldade de marcar vistorias no município voltaram à pauta da Câmara Municipal de Macaé nesta quarta-feira (12). Ambas as situações foram temas de requerimentos apresentados pelo vereador Maxwell Vaz (SD), aprovados em plenário. No caso da ETE, que atende também ao bairro Lagomar, além de lembrar que ela não está em funcionamento e que o esgoto está sendo jogado no mar, o parlamentar solicitou à Secretaria de Obras informação sobre o prazo para a solução do problema.
 

O parlamentar recordou que foi impedido de fiscalizar a estação no mês de maio. Disse que entrou em contato com o presidente da Empresa Municipal de Saneamento (Esane), Marcos Buffareg, para perguntar porque o esgoto estava vazando na praia do Lagomar, em frente à rua W-26. "Ele me respondeu que era porque os moradores estavam ligando o esgoto na rede pluvial. Então, agora, uma praia que não era poluída está recebendo detritos".
 

A situação foi ilustrada por Amaro Luiz (PRB), que já havia apresentado – no telão do plenário, em sessão anterior – um vídeo mostrando o esgoto que retornava para dentro dos imóveis no Lagomar. Dessa vez, ele exibiu para a TV Câmara, em seu celular, moradores quebrando calçadas para dar passagem aos dejetos e direcioná-los à rede pluvial. "Verificamos que a estação não funciona por causa de uma rachadura nas instalações. E calculamos que o conserto deve ficar por volta de R$ 800 mil, mas nem isso podemos confirmar, pois a Prefeitura de Macaé não nos dá informações".
 


 

Vistoria veicular
 

 

O requerimento de Maxwell sobre a dificuldade dos macaenses para marcar vistorias – tema recorrente nas sessões plenárias – foi discutido por diversos vereadores. A proposição solicita ao Detran o aumento do número de vagas disponíveis. Nilton César (PROS), o Cesinha, apoiou a proposta, mas fez a ressalva de que já apresentou pedido semelhante. Igor Sardinha (PRB), Paulo Antunes (PMDB) e Welberth Rezende (PPS) também discursaram favoravelmente. Os vereadores voltaram a criticar a PM, o Rodando Legal e o Detran por punirem, injustamente, proprietários que não conseguem regularizar a situação dos seus veículos no prazo estabelecido porque não há vaga para vistoria.

 

FoNTE: Câmara Municipal de Macaé



Mais notícias

- Câmara faz análise própria sobre citação do prefeito em planilhas da Operação Lava-Jato
- Frente Parlamentar abraça pauta da indústria offshore
- Oposição critica inércia do governo diante de pautas de interesse da indústria
- Câmara reage contra as declarações do prefeito
- Conselho fala sobre denúncia de desvio de verba na merenda escolar.